Visão geral

Queluz é uma das cidades integrantes do Roteiro Caminhos da Corte e tem como patrimônio arquitetônico as fazendas de café e a famosa Águas de Marambaia

A 221 km da capital paulista e cercada de cachoeiras, suas temperaturas amenas atraem turistas de todo o país em busca de tranquilidade e descanso. No verão, a famosa Águas de Marambaia é a cachoeira mais frequentada.

As manifestações culturais da cidade são vastas, destacando as célebres Festas da Moranga e da Mandioca, que, além da diversão, trazem também deliciosos pratos típicos.

A Festa de São João da cidade é a mais tradicional festa junina de todo o Vale do Paraíba.

O município ainda realiza outros eventos como a Festa do Doce, o Festival de Inverno, entre outros.

A estrada de ferro e a mão-de-obra dos italianos, que chegaram para se dedicar ao comércio e à pecuária industrial, contribuíram para o progresso da cidade.

Não há registros sobre a origem do nome, mas existem hipóteses de que tenha sido uma homenagem do governador ao Imperador Pedro I, nascido no solar de Queluz, nos arredores de Lisboa; outra hipótese seria uma homenagem ao Marquês de Queluz.

A cidade de Queluz teve sua origem interligada ao papel de Lorena, no povoamento da região. Nasce a partir de um aldeamento de índios Puris.

O Município desenvolveu-se com a cultura do café e que deixou importante marco rural, como as sedes, ainda existentes das fazendas do Sertão, São José, Restauração, Bela Aurora, Regato, Cascata e outros.

Consequentemente nos deixando uma grande contribuição para a História do Vale e do país, com a preservação da nossa cultura, através do patrimônio arquitetônico das fazendas do café.

Como chegar em Queluz?

Informe seu local ou endereço para traçarmos uma rota até o destino.

Deixe seu comentário sobre "Queluz"